Criando componente mais simples e eficaz em React

Criando componente mais simples e eficaz em React

Tulio Faria
Tulio Faria18 de maio de 2017

Vamos começar esse hands-on Stateless Functional Component com um projeto do zero criado com Create-react-app. Primeiro vamos criar um arquivo novo chamado home.js (iremos importar o React, pois ainda vamos usar JSX).

Um Stateless Functional Component, na verdade, é apenas uma arrow function, então iremos fazê-lo desta forma:

import React from 'react'
const Home = () => <p>Olá</p>
export default home

Este const home = () =>

Olá

já é o nosso Stateless Functional Component. Ele é uma função, mas perceba que não tem classe, o que o deixa muito mais simples. Essa é a primeira vantagem se comparado com a outra forma de criar componente, afinal é muito simples para saber o que há dentro dele. Outra coisa bacana é que ele é mais rápido, já que não tem todo aquele overload de classe.

Por que ele é Stateless Functional?

Ele é uma função pura, ou seja, é mais fácil de ser testado e a qualidade do código é maior. Outro ponto interessante é que não usamos o this, pois se temos uma função pura, não temos um estado interno. Ela também só depende das entradas, que são os props.

Quando usamos esse component?

Quando temos um componente de apresentação, como por exemplo um componente que só é responsável por renderizar algo na tela. Isso faz com que ele não tenha um comportamento muito complexo. Podemos passar Props para ele também:

import React from 'react'
const Home = ({ name }) => <p>Olá {name}</p>
export default home

E no nosso arquivo App.js, faremos o seguinte:

import React,{ Component } from 'react';
import logo from './logo.svg';
import './App.css';
import Home from './Home'

class App extends Component {
    render() {
        return (
            <div className="App">
            <div className="App-header">
            <img src={logo} className="App-logo" alt="logo" />
            <h2>Welcome to React</h2>
            </div>
            <div className="App-intro">
            <home name='Tulio' />
            </div>
        );
    }
}

Perceba que passei um props chamado name, e então fiz o destructor assignment, extraindo do objeto apenas o que eu quero. Também poderia colocar Props e props.name, funcionaria normalmente, mas como temos uma forma mais simplificada, não é necessário.

Podemos fazer também alguma checagem. Não tem problema nenhum o componente ter uma condicional, desde que retorne o JSX.

Existe uma premissa no React que quanto mais você utiliza o Stateless Functional Component, mais seu código vai estar otimizado.

Assista o passo a passo desse hands-on:

Deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários. Curta o DevPleno no Facebook, inscreva-se no canal e não se esqueça de cadastrar seu e-mail para não perder as novidades. Abraço!

Tulio Faria
Autor
Tulio Faria18 de maio de 2017

Últimas do Blog