Freelancer no exterior: 7 dicas para ter sucesso na carreira

Escrito por

O trabalho de freelancer no exterior configura uma grande oportunidade para muitos profissionais que aderem a esse regime de trabalho.

No entanto, a maioria das pessoas têm pouco conhecimento sobre a preparação que envolve essa empreitada fora do Brasil.

Quer saber tudo sobre trabalho de freelancer no exterior? Acompanhe, nesse post, 7 dicas fundamentais que preparamos para você!

1. Conquiste uma demanda constante de trabalho

Uma questão central no dia a dia de qualquer freelancer é fidelizar certo número de clientes para, assim, manter uma demanda mais ou menos estável de trabalho. Ter sucesso em relação a isso significa conseguir estabelecer uma previsão de ganho mensal, algo muito importante para quem não tem um salário fixo.

Quando se trata de freelancer no exterior, esse ponto ganha uma centralidade ainda maior. Isso porque, morar fora demanda um esforço significativo de planejamento financeiro. Atrasar as contas do mês, por exemplo, a depender do país, pode ser um desconforto muito maior do que no Brasil.

Além disso, uma vida financeira estável fora do país contribui para uma adaptação sem contratempos. Isso é, você poderá desfrutar de uma vida mais confortável e de outras possibilidades que o lugar ofereça, como opções de lazer e viagens.

2. Incorpore hábitos de freelancers de excelência

Existem muitos hábitos virtuosos que freelancers de excelência devem incorporar a seu dia a dia. Esses hábitos dizem respeito a uma rotina de trabalho cujo foco é propiciar maior produtividade e otimizar seus ganhos.

Quanto a isso, podemos falar de uma "cartilha" de sucesso para pessoas que trabalham em casa:

  • Vista roupas diferentes daquelas que, normalmente, você veste em casa. Passar o dia de pijama, para muitas pessoas, pode ser um convite à procrastinação. Com roupas adequadas, você estará dizendo a si mesmo que é hora do trabalho, mensagem que sua própria mente saberá identificar.
  • Estabeleça um horário fixo para desenvolver seu trabalho. Isso contribui para que você organize melhor seu dia e não comprometa seu tempo com outros compromissos que podem ser adiados, como um médico no meio do dia que pode ser remarcado para o fim da tarde. Dessa maneira, você estará zelando pelas suas entregas e não perderá prazos.
  • Destine um ambiente de sua casa para chamar de escritório. Não se trata de um alto investimento em um ambiente bem decorado e tudo mais que envolva um escritório bem equipado. Longe disso! Um pequeno espaço que reúna os recursos de que você precisa já é suficiente. Assim, é mais fácil você manter a organização, a privacidade e o silêncio para trabalhar.

Para um freelancer no exterior, seguir essa cartilha é ainda mais aconselhável. Isso se deve ao fato de demorarmos um pouco mais para incorporar uma rotina quando estamos longe de casa.

Nesse caso, não menospreze a necessidade de impor disciplina à realização das tarefas que você deve desenvolver ao longo do dia.

3. Conheça detalhes operacionais do trabalho de freelancer no exterior

Trabalhar como freelancer fora do país requer uma série de cuidados que, muitas vezes, não precisaríamos ter no Brasil. Entre essas precauções, a principal delas talvez seja emitir nota fiscal referente aos serviços prestados.

No Brasil, essa não é uma preocupação recorrente entre profissionais que aderem a esse regime de trabalho, tampouco configura uma necessidade para grande maioria dos trabalhos.

No entanto, no exterior, a depender do país, é muito importante habilitar-se para emitir nota fiscal. Muitos freelancers fora do país perdem trabalhos importantes por não se organizarem nesse sentido.

4. Saiba o que evitar no trabalho freelancer

Tanto no Brasil, quanto no exterior, atrasos e quebras de contrato prejudicam sua reputação. Em muitas plataformas que fazem a mediação entre freelancers e clientes, visando a entrega de determinado serviço, isso pode representar a diminuição de sua nota ou, até mesmo, a exclusão de seu perfil.

Em alguns países, pode existir uma intolerância ainda mais aguda em relação a esse problema. Por isso, seja comprometido com seus prazos e entregas a fim de obter sucesso como freelancer no exterior.

5. Avalie se o trabalho de freelancer combina com você

Há muitas pessoas em empregos formais que jamais se arriscariam na vida de freelancer. A maior parte delas atribui essa forma de pensar às incertezas desse regime de trabalho ou à falta de disciplina para ser seu próprio chefe.

Por outro lado, se você acredita ser capaz de organizar-se para ter uma rotina mais flexível, não se apega a cargos ou a hierarquias e, ainda, sabe lidar com uma margem variável de rendimento mensal, o trabalho como freelancer é uma ótima opção.

A flexibilidade relacionada à prestação desse tipo de serviço pode trazer a possibilidade de viver em outros países. Para quem tem fluência em outras línguas, como o inglês, por exemplo, há um grande número de oportunidades no exterior.

6. Esteja em constante capacitação

Uma particularidade do trabalho de freelancer é a baixa adesão a cursos de capacitação. Trabalhar por conta própria leva muitos profissionais a pensar que não é preciso estar em constante atualização.

Esse é um engano que não pode ser cometido. As constantes mudanças no mercado de trabalho têm a mesma repercussão para pessoas em empregos formais e para quem presta serviço freelancer.

Nos Estados Unidos e nos países da Europa, a média de qualificação dos profissionais freelancers pode ser superior à média do Brasil. Como se sobressair diante de tamanha concorrência? Atualize-se, esteja em constante capacitação.

7. Conheça as especificidades de seu campo de atuação no exterior

Uma mudança para outro país sempre requer um período de adaptação. No que se refere, especificamente, a questões ligadas ao trabalho freelancer, não é diferente.

As exigências para um desenvolvedor no Brasil, por exemplo, podem ser diferentes daquelas existentes no Reino Unido. Antes de iniciar uma trajetória profissional fora do país é importante se ater a questões como essa.

Ser um freelancer no exterior pode ser uma experiência incrível. Muitas pessoas conseguem combinar a oportunidade de trabalho com uma rotina de viagens muito interessante. Ou, simplesmente, conseguem se estabelecer naquele país em que sempre sonharam viver.

Para alcançar esses objetivos, o freelancer deve priorizar a realização de uma etapa de preparação. Nesse sentido, todas as dicas apresentadas aqui não podem ser deixadas de lado.

Gostou das nossas dicas sobre ser freelancer no exterior? Siga compartilhando nossos conteúdos nas redes sociais!

Evolua mais rápido

Junte-se a milhares de desenvolvedores no nosso time de alunos premium e alcance mais rápido o próximo nível da sua carreira.

Ver cursos Premium