3 dicas para começar a empreender na área de software

3 dicas para começar a empreender na área de software

Tulio Faria
Tulio Faria16 de agosto de 2017

Hoje quero dar três dicas para você que está começando a empreender na área de software. Vou aproveitar uma dúvida e comentário do João Henrique, em um vídeo nosso, dizendo que ele está começando na área, gosta de programar, está começando a empreender na área e qual dica eu daria a ele.

Dica #1 – Comece simples

Não tente pegar o maior sistema que você puder de primeira porque você não tem experiência. Eu aconselho a começar com um site com uma parte mais dinâmica, por exemplo, e vai aumentando gradativamente à medida que você for ganhando experiência. Isso é muito importante para que você consiga ir melhorando cada vez mais.

Dica #2 – Tenha um portfólio

Se você não tem nada para mostrar, eu aconselho que faça um projeto social. Vá em um asilo/creche e crie um projeto para ajudar alguma dessas instituições. O portfólio vai te mostrar duas coisas: a primeira é mostrar para um potencial cliente e a segunda é aprender com um projeto em produção, além de ajudar outras pessoas, claro.

Dica #3 – Aprenda a vender

Se você quer realmente continuar nessa carreira, aprenda a vender, foi uma das melhores coisas que eu aprendi. Estude muito como fazer marketing. Já cheguei a vender sistemas de R$150 mil porque eu aprendi a vender.

Na primeira venda tente tirar todas as lições disso, o que você aprendeu e o que você errou. Eu faço isso em toda reunião que faço para vender algo.

Dica #4 (bônus) – Negociar é deixar as duas partes alinhadas

Negociação não é pra sugar a outra parte e sim para deixar as duas partes alinhadas. Você não tem que explorar o seu cliente, mas sim alinhar o valor cobrado. Não é aquilo de baixar R$5,00 ou R$1.000,00, negociação de verdade é quando as duas partes saem de um contrato muito felizes por terem feito um bom negócio.

Vender é algo necessário para qualquer empresa e negociação é a base que você tem para alinhar as expectativas. Você tem que estar cobrando um valor justo e seu cliente deve sair com a sensação que você está pagando um valor justo.

Deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários. Curta o DevPleno no Facebookinscreva-se no canal e cadastre seu e-mail para não perder as atualizações.

Tulio Faria
Autor
Tulio Faria16 de agosto de 2017

Últimas do Blog